-->

17 de abril de 2020

RESUMO: A Grande Caçada

Saluton!

Se você, aí, é fã de A Roda do Tempo, mas leu os livros há tempo e não lembra de mais nada ou então tá só querendo relembrar os acontecimentos de cada volume, essa série é pra você! Esse aqui é o segundo post da série de resumos de cada volume da série, feitos em parceria com o Emerson, da página O Povo do Dragão e administrador do grupo d'A Torre Negra, no Facebook! Aqui você vai encontrar um texto que ressalta os principais acontecimentos de cada livro, pra evitar que você precise reler cada um dos livros quando a Intrínseca decidir publicar o próximo livro. 😝

Para conferir o resumo do primeiro livro, clique aqui!


JÁ É INSCRITO NO CANAL? 
Se inscreve lá, por que ajuda pra caramba! :)



NA TV UM BOOKAHOLIC

Lá no nosso canal no YouTube já tem vídeo falando sobre os dois primeiros livros da série. Clicando aqui, vocês podem conferir o vídeo sobre o segundo volume! Não deixem, claro, de ir visitar o canal e se inscrever. 😉

 Este post contém spoilers! Isso se trata de um resumo de todo o segundo volume, logo, spoilers do livro anterior são inevitáveis! 😉


PRÓLOGO

Amigos das Trevas, por AlperEsin

O Prólogo tem como protagonista um homem que chama a si mesmo de Bors. Junto a outros Amigos das Trevas, estão em uma reunião convocada por Ba’alzamon. Este forma imagens de Rand, Mat e Perrin e informa aos reunidos que deseja que os jovens sejam forçados a passar para o lado da Sombra.


O ataque a Fal Dara

Fortaleza da Fal Dara. Artista desconhecido.

Semanas depois dos eventos finais de O Olho do Mundo, os personagens continuam em Shienar, na fortaleza de Fal Dara. Rand treina diariamente com Lan, enquanto Moiraine interroga Padan Fain periodicamente. O Trono de Amyrlin chega  a Fal Dara, para ver Moiraine e conhecer Rand al’Thor.

A fortaleza de Fal Dara é atacada por Trollocs e Myrddraal, e Padain Fain é libertado. A Trombeta de Valere e a adaga de Shadar Logoth são roubadas. Rand é convocado a presença da Amyrlin. É então que Siuan (o Trono) conta que há 20 anos, Moiraine e ela dedicam a vida para encontrar o Dragão Renascido.


O resgate da Trombeta

Trombeta de Valere, por Solomitus

Rand, Perrin e Mat unem-se a um grupo de shienarianos liderados por Ingtar Shinowa na perseguição a Padan Fain. Ao grupo juntam-se, também, Loial (o Ogier), Verin (a Aes Sedai da Ajah Marrom), e Hurin, o farejador. Não muito depois de iniciarem a caçada, Rand, Loial e Hurin são separados do grupo acidentalmente ao serem transportados para outra realidade por meio de uma Pedra Portal, ativada enquanto dormiam. Os três acabam parando em um universo paralelo; essencialmente o mesmo, mas em uma linha temporal distinta e mais tenebrosa. Eles topam com algumas criaturas estranhas e conhecem uma bela mulher que se chama Selene (!), que os ajuda a encontrar outra Pedra Portal e regressam a sua realidade de origem.

Selene ficou na ponta dos pés para enfiar uma das mãos no baú, mas Rand adiantou-se e pegou a Trombeta de Valere por cima do ombro dela. Ele já a vira uma vez, mas nunca a havia tocado. Embora fosse belíssima, não parecia um objeto muito antigo ou poderoso. Era uma trombeta dourada e curva, que reluzia na luz fraca, exibindo uma escrita prateada entalhada ao redor da boca da trompa. Ele tocou as letras estranhas. Pareciam refletir o luar.
Tia mi aven Moridin isainde vadin — leu Selene. — O túmulo não é limite para o meu chamado [-- traduziu.]. Você será maior do que Artur Asa-de-gavião.

Por terem se movido por meio das Pedras Portais, Rand e os demais aparecem em um lugar que Padan Fain e o grupo perseguidor ainda não alcançara, e decidem esperar para atacá-los de surpresa. Conseguindo recuperar a Trombeta de Valere e a adaga de Shadar Logoth, Rand, Loial e Hurin marcham em direção a Cairhien, uma cidade fortemente tomada pelas disputas políticas, apelidadas de Daes Dae’mar (também conhecido como O Grande Jogo ou O Jogo das Casas) junto com Selene, por quem Rand se sente estranhamente fascinado. Enquanto tal fato ocorre, o grupo liderado por Ingtar continua a seguir o rastro de Fain graças a habilidade de Perrin se comunicar-se com os lobos (o mesmo oculta essa informação e diz que também é um farejador assim como Hurin).


O lar da Aes Sedai

Egwene e Nynaeve vão embora de Fal Dara, acompanhadas de Moiraine, Lan e a delegação de  Aes Sedai rumo a Torre Branca, em Tar Valon.

Torre Branca de Tar Valon, por Niek Schlosser

Pouco depois, Moiraine e Lan separam-se do grupo sem dar explicação nenhuma, logo após Verin Sedai também se separar da delegação onde mais tarde irá se juntar com Ingtar, Rand e os demais na caçada.

As Aes Sedai chegam à conclusão de que Nynaeve e Egwene possuem um potencial enorme para canalizar, com uma força que não era vista havia séculos. O caso de Nynaeve torna-se mais singular, pois essa é mais poderosa que Egwene, mas só consegue tocar a Fonte Verdadeira quando está furiosa.  Devido a força de Nynaeve, a mesma faz o teste e torna-se uma Aceita, sem necessidade de passar pela fase de Noviça como todas as outras mulheres que desejam se tornar uma Aes Sedai.


O Jogo das Casas

Ao chegar em Cairhien, Rand descobre que seu amigo Thom Merrilin está vivo. Thom recusa a oferta de Rand de seguir viagem junto ao grupo, pois sente-se satisfeito com a vida tranquila que está  levando junto com a sua aprendiz e companheira, Dena.

Em Cairhien, circulam boatos de que Rand é um nobre andoriano e assim começam as conspirações do Daes Dae’mar: todas as casas jogam entre si, na tentativa de trazer Rand para seu lado. Rand e Loial são atacados por Trollocs e, durante a fuga,  destroem o local de alojamento da Guilda dos Iluminadores, cujos membros produzem fogos de artifícios. A Trombeta de Valere e a Adaga de Shadar Logoth são novamente roubadas, antes do grupo de Ingtar chegar a Cairhien e reunir-se com Rand.

Rand aceita a ir em uma festa celebrada por Lord Barthanes, líder da casa Damodred e a segunda pessoa mais influente no reino de Cairhien (somente atrás do rei Galldrian). Pela boca do próprio Barthanes, Rand descobre que ele é um Amigo das Trevas e que Padan Fain o encarregou de repassar a mensagem para Rand o encontrar na Ponta de Toman. O grupo rapidamente tenta viajar pelos Caminhos, mas a presença de Machin Shin, torna impossível a viagem, forçando-os a recorrerem às Pedras Portais. Após o grupo deixar Cairhien, a cidade entra em absoluto caos, pois Barthanes Damodred é assassinado. Dena, a companheira de Thom, também é assassinada pelos homens do Rei Galldrian, então Thom decide vingar a morte de Dena assassinando o Rei Galldrian, iniciando assim a guerra civil em Cairhien.


O povo Além-mar

Povo Seanchan. Artista desconhecido.
Enquanto aconteciam os eventos descritos acima, uma numerosa força procedente do outro lado do Oceano de Aryth, se instalara em Ponta de Toman, controlando a costa ocidental e a cidade de Falme: os Seanchan, que afirmam ser descendentes de Artur Asa-de-gavião, enviados mil anos antes para explorarem o Oeste.

Além de serem numerosos, os Seanchan possuem mulheres chamadas sul’dam, que controlam, por meio de um a'dam, as damane: mulheres capazes de canalizar, totalmente controladas e escravizadas pelos Seanchan.

O Capitão dos Filhos da Luz, Geofram Bornhald, está unindo forças para combater os Seanchan, ainda que tenha recebido ordens de semear o caos nos territórios de Tarabon e Arad Doman para facilitar a política de expansão de Pedron Niall.

Liandrin, uma Aes Sedai da Ajah Vermelha, diz a Egwene e Nynaeve que devem viajar o quanto antes a Ponta de Toman, pois seus amigos estão em perigo. Junto a elas na Torre, se encontram Elayne Trakand, agora também noviça na Torre Branca, e Min, a jovem que conheceram em Baerlon e que possui vislumbres do futuro. Juntas, as cinco saem de Tar Valon e viajam através dos Caminhos e chegam a Falme, para descobrir que Liandrin é uma traidora e que pertence a Ajah Negra (!!!), uma divisão das Aes Sedai que são devotas ao Tenebroso. Egwene é capturada pelos Seanchan e lhe é posto um a'dam, enquanto Nynaeve e Elayne conseguem fugir devido à grande força de Poder Único de Nynaeve. Min opta por ficar com Egwene, já que não pode canalizar, e é feita de servente, mas com muitas liberdades, diferente de uma damane.

Através das Pedras Portais, o grupo chega a Falme e decidem que somente cinco pessoas entrem na cidade e se infiltrem no local onde está a Trombeta de Valere e a Adaga de Shadar Logoth. Rand, Mat, Perrin, Hurin e Ingtar conseguem recuperar ambos os objetos e começam a combater vários Seanchan. Rand duela e derrota o mestre espadachim e líder dos Seanchan, o Augusto Senhor Turak. 
O grupo consegue fugir graças ao sacrifício de Lorde Ingtar, que revela ser um Amigo das Trevas, mas acaba demonstrando fidelidade a Luz e a Rand.

Na desordem causada por Rand e os demais, Nynaeve e Elayne, com ajuda de Min, conseguem resgatar Egwene e descobrem que as sul’dam também podem canalizar.


"O túmulo não é o limite para o meu chamado."

A batalha em Falme

Nenhum dos personagens consegue fugir de Falme da maneira prevista, já que todos acabam no meio da batalha entre os Seanchan e os Filhos da Luz. Em um momento de desespero, Mat soa a Trombeta de Valere, invocando os Heróis das Eras, liderados por Artur Asa-de-gavião em pessoa. Todos os heróis reconhecem Rand como Lews Therin Telamon, o Dragão Renascido, e aceitam lutar a seu lado. O estandarte do Dragão é erguido por Perrin, a Trombeta assoprada novamente por Mat e o grupo, junto com os heróis, cavalga para a batalha.

Batalha em Falme; artista desconhecido.

Na iminência do combate, Rand é atormentado por Ba’alzamon, que luta com o Dragão enquanto a imagem de ambos aparece no céu de Falme e atrai a atenção de todas as pessoas próximas da cidade. Rand é incapaz de quebrar a defesa do adversário, optando por deixar-se golpear por Ba’alzamon, e então aproveitando para contra-atacar, derrotando o inimigo novamente.

Batalha em Falme, por Joe O'Hara

Os Filhos da Luz quase são aniquilados pelos Seanchan, mas a chegada dos Heróis muda o rumo da batalha e obriga o povo invasor a retirar-se em seus navios e regressar a seu continente.  

Cuidando de um Rand inconsciente, Min recebe a visita de Selene, que revela ser Lanfear, uma das Abandonadas.

Rand desperta. Egwene, Nynaeve, Elayne e Verin marcham para Tar Valon junto de Hurin e Mat, que necessita urgentemente que as Aes Sedai cortem seu vínculo com a adaga de Shadar Lorgoth. Perrin, Loial, Min e os shienarianos permanecem com Rand, e a eles juntam-se Moiraine e Lan, que estavam ausentes pesquisando sobre o Poder Único e as Profecias do Ciclo Karaethon. Moiraine diz a Rand que Turak tinha em seu poder um dos sete selos da prisão do Tenebroso, mas que infelizmente o havia encontrado já quebrado. Após o ocorrido em Falme, Rand não tem mais escolha a não ser aceitar seu destino, e assim é erguido o estandarte do Dragão Renascido.

E homens clamaram ao Criador, dizendo: Ó, Luz dos Céus, Luz do Mundo, deixe que o prometido nasça da montanha, conforme as Profecias, como aconteceu em Eras passadas e acontecerá nas Eras vindouras. Deixe que o Príncipe da Manhã cante para a terra sobre as coisas verdes que crescerão e os vales que gerarão cordeiros. Deixe que a mão do Lorde da Manhã nos abrigue do Escuro, e que a montante da justiça nos defenda. Deixe que o Dragão cavalgue novamente nos ventos do tempo.
— de Charal Drianaan te Calamon, O Ciclo do Dragão.
Autor desconhecido, Quarta Era



Compre na Amazon! 

Curtiu o resumo? Siga o Um Bookaholic nas redes sociais e fique atento à publicação dos próximos! Inscreva-se no canal e acompanhe para mais conteúdo sobre WoT e fantasia em geral! :)

E aí? Já leu ou ficou com vontade?
Comente sua opinião! \o/

Viciado de fantasia e suspense, é fã de A Roda do Tempo, NK Jemisin e Brandon Sanderson. Divide seu tempo entre seu canal no YouTube e provar novas marcas de pó de café.

0 Comentários:

Postar um comentário

Deixa a sua opinião, ela é mega importante pra mim! E, ah, se você tiver um blog, deixa o link aí! Vou adorar retribuir a visita! <3

Obrigado! :D

Contato

Telegram :

@umbookaholic

Email :

divulgue@umbookaholic.com