O Feiticeiro de Terramar, da Ursula K. Le Guin.


Oi, gente!

Hoje eu venho, mais uma vez, indicar um livro maravilhoso pra vocês! Tô falando de O Feiticeiro de Terramar, que foi escrito pela Ursula K. Le Guin e publicado aqui no Brasil pela Editora Arqueiro. Esse livro dá início ao Ciclo Terramar, que é um apanhado de histórias sobre esse mundo fictício. A Ursula também é autora de A mão direita da escuridão, que é um sci-fi bem interessante.

// Já se inscreveu no canal? Clica aqui, então! :)


SINOPSE

Há quem diga que o feiticeiro mais poderoso de todos os tempos é um homem chamado Gavião. Este livro narra as aventuras de Ged, o menino que um dia se tornará essa lenda.
Ainda pequeno, o pastor órfão de mãe descobriu seus poderes e foi para uma escola de magos. Porém, deslumbrado com tudo o que a magia podia lhe proporcionar, Ged foi logo dominado pelo orgulho e a impaciência e, sem querer, libertou um grande mal, um monstro assustador que o levou a uma cruzada mortal pelos mares solitários.
Publicado originalmente em 1968, O feiticeiro de Terramar se tornou um clássico da literatura de fantasia. Ged é um predecessor em magia e rebeldia de Harry Potter. E Ursula K. Le Guin é uma referência para escritores do gênero como Patrick Rothfuss, Joe Abercrombie e Neil Gaiman.


Essa resenha não contém spoilers. Pode ler tranquilamente. :)

Já adianto: a sinopse não revela nem 10% do tamanho total da trama. O livro é muito mais do que simples jornada do herói: é uma história sobre auto-confiança e auto-descoberta; sobre ir em busca do seu sonho.

Começando pelo personagem principal: pra mim ele não foi daquele tipo de personagem que senti um amor a primeira vista. Ged é construído aos poucos, ao longo da trama, o que nos permite ver a evolução dele. No começo eu o estava achando bem arrogante e um pouco "peito inflado" demais, mas conforme a narrativa avança, a gente vai entendendo um pouco mais como a mente dele funciona e ele se põe no seu lugar. Depois da metade do livro eu me afeiçoei a ele e torci pelo seu sucesso... e isso não acontece sempre. 😂

Para ouvir, deve-se estar calado.

Achei incrível, a construção do mundo! Ursula não poupa detalhes, nos contando como funciona o mundo e explicando-o de maneira impecável! Em 180 páginas ela cria um universo sensacional, com suas próprias crenças e regras. Ela colocou, além da trama principal, outras mais simples espalhadas pelo mundo, assim pudemos vê-lo melhor. Uma coisinha que me incomodou foi o fato das viagens terem sido muito rápidas... As vezes um personagem viajava milhares de km em questão de parágrafos e eu, particularmente, não gosto muito disso, Mas também agrada a muitos, então fica a seu cargo! :)

Acender uma vela é lançar uma sombra.

Gostei muito da forma como ela inseriu os personagens secundários na história. Nenhum deles está ali só por estar, todos têm um propósito maior e uma influência na trama, o que passou uma verossimilhança maior pra estória. E, claro, personagens bem construídos = personagens tridimensionais. Foi bem legal acompanhar as várias faces de cada um dos personagens e ver como eles reagiam a certas situações.

Depois da leitura de O Feiticeiro de Terramar, pude ver de onde Patrick Rothfuss - autor de O Nome do Vento (que, inclusive, já falei por aqui) - bebeu. Sim, meus amigos, O Nome do Vento tem aspectos muito parecidos com esse livro, mas isso não é, de forma alguma, um empecilho! Muito pelo contrário! 😉

Mesmo que o número de páginas do livro seja razoavelmente baixo (ele tem 180 páginas) a Ursula conseguiu apresentar muito bem a problemática principal da história e resolvê-la no final. Óbvio que eu queria saber mais um milhão de coisas e algumas respostas não foram dadas, mas precisamos lembrar de que o Ciclo Terramar é uma série e muitos outros livros virão pela frente. Então sónos resta esperar e roer as unhas.

Em O Feiticeiro de Terramar, Ursula dá uma aula de como construir um bom mundo e tramar ums história empolgante.


// CONSIDERAÇÕES FINAIS
Livro ótimo pra quem busca uma estória simples e rápida, com mundo bem construído e personagens carismáticos.

NOTA: 4/5

E aí? Já leu ou está afim de ler? Comenta aí!
Abraços e boas leituras! \o/

2 comentários:

  1. A leitura desse livro foi o mesmo sentimento que tive com os livros do Mar Despedaçado, mas sempre estou fazendo de tudo para ver se a história me surte efeito. Espero poder continuar lendo e claro ver a obra com outros olhos.

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh! Espero, de vdd, que a leitura do terceiro livro te agrade! *-*

      Excluir

Deixa a sua opinião, ela é mega importante pra mim! E, ah, se você tiver um blog, deixa o link aí! Vou adorar retribuir a visita! <3

Obrigado! :D

Tecnologia do Blogger.