Viciei em Vikings!


Olá, humanos! Comé que cês tão, hein? Não costumo falar sobre séries, aqui no site, mas hoje assisti uma série e preciso comentar/indicar com/para vocês: Vikings!

Numa bela madrugada, conversando com uma pessoa maravilhosa chamada Crush (ou Xout, para os íntimos. Não. Para os íntimos, não. Só pra mim, mesmo. vlw flw), navegando pelo TVShow Time, encontramos uma série com uma sinopse um tanto quanto... interessante. (Já sacaram que é Vikings, né?) No dia seguinte, Xout já estava assistindo a segunda temporada, já que eu, besta, tinha deixado de lado.

ATÉ QUE Xout continuou insistindo e me enchendo o saco. Hoje, 02/22/15, assisti o primeiro episódio e terminei a primeira temporada. Sim, meus amigos. Uma temporada em um dia.

Mas, enfim, vamos falar sobre a série?

Ragnar Lothbrok é o maior guerreiro da sua era. Lider de seu bando, com seus irmãos e sua família, luta e viaja por terras desconhecidas para fornecer, mesmo que contra sua vontade, ouro para o líder da tribo dos vikings. Além de guerreiro implacável, Ragnar segue as tradições nórdicas e é devoto dos deuses. As lendas contam que ele descende diretamente de Odin, o deus da guerra. 

Mas não para por aí, não! A série é repleta de cenas de ação e batalhas com espadas/machados, o que faz com que fiquemos cada vez mais empolgados. Além disso, tem uma história muito interessante e um enredo muito bem construído. A série me ganhou de vez no fim do primeiro episódio, quando, em uma só cena, temos efeitos especiais incríveis, uma conquista e uma trilha sonora implacável.

PERSONAGENS

Como já disse, os personagens dessa série são muito bem construídos. A gente consegue se afeiçoar muito facilmente a eles, sentir suas dores e comemorar suas vitórias. Tenho dois personagens favoritos, que são completamente diferentes:

Floki, que é um dos vikings.
Athelstan, ou Padre.
CONFLITOS

Diferente de muitas séries que já assisti, Vikings vai muito além de luta por ouro. Essa série consegue retratar lutas entre religiões.

Temos um episódio onde os vikings, que são pagãos, precisam invadir uma terra. Ao chegar lá, se deparam com uma pequena população católica. Ver as relações e os diálogos entre eles é tão incrível, que você não consegue deixar de assistir.

GIRLPOWER

Achou que teria objetificação aqui, né? Essa série conta com uma personagem chamada Lagertha, que é a esposa do Ragnar (personagem principal).

Lagertha, a personagem mais badass da série.
Pense numa personagem forte, que maneja uma espada tão bem quanto o melhor dos guerreiros; numa mulher que consegue, não só se defender, mas matar usando apenas um escudo! Ela é incrível!

Além de uma ótima guerreira, é uma mulher que ama e cuida de seus filhos. Lagertha, até então (primeira temporada), tem um passado meio desconhecido. Quanto mais informações a gente tive sobre esse ser incrível, melhor! \o/

~

Bom, amigos, foi essa a minha indicação de série! Já assistiu ou tem vontade de assistir? Comenta aí embaixo, pra gente poder trocar uma ideia! <3

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curtiu o post? Deixe seu comentário aqui embaixo, pra gente poder debater! \o/

Só comente algo relacionado ao post. Não desrespeitar ou insultar ninguém, caso contrário, o comentário será excluído.

Tem um blog? Comenta aí embaixo, pra que eu possa te fazer uma visita! :)

siga no Instagram

@umbookaholic