De repente


Foi assim. Do nada.
É assim. De repente.

É como cair e nunca tocar o chão;
É como inspirar e não inalar ar o bastante;
É como nadar e nunca perder o fôlego;
É como acordar sempre no primeiro dia do Outono;
É como se o único som existente fosse o mais belo cantar dos pássaros.

De repente você toca o chão com estardalhaço;
De repente você se sente sufocado;
De repente a superfície da água parece não mais existir;
De repente é só Inverno;
De repente o único som que você quer ouvir é o da voz dela.

De repente só ela importa.
De repente ela é tudo o que você precisa.
De repente tudo acontece.
De repente tudo acaba.

De repente você acorda e percebe que a vida segue.
De repente você a vê na rua, sorrindo, com ele.
De repente você repara que ela é feliz.

Você a quer feliz,
de repente.

TEXTO INTERPRETADO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curtiu o post? Deixe seu comentário aqui embaixo, pra gente poder debater! \o/

Só comente algo relacionado ao post. Não desrespeitar ou insultar ninguém, caso contrário, o comentário será excluído.

Tem um blog? Comenta aí embaixo, pra que eu possa te fazer uma visita! :)

siga no Instagram

@umbookaholic