De repente

março 03, 2016

Foi assim. Do nada.
É assim. De repente.

É como cair e nunca tocar o chão;
É como inspirar e não inalar ar o bastante;
É como nadar e nunca perder o fôlego;
É como acordar sempre no primeiro dia do Outono;
É como se o único som existente fosse o mais belo cantar dos pássaros.

De repente você toca o chão com estardalhaço;
De repente você se sente sufocado;
De repente a superfície da água parece não mais existir;
De repente é só Inverno;
De repente o único som que você quer ouvir é o da voz dela.

De repente só ela importa.
De repente ela é tudo o que você precisa.
De repente tudo acontece.
De repente tudo acaba.

De repente você acorda e percebe que a vida segue.
De repente você a vê na rua, sorrindo, com ele.
De repente você repara que ela é feliz.

Você a quer feliz,
de repente.

TEXTO INTERPRETADO

Nenhum comentário:

Deixa a sua opinião, ela é mega importante pra mim! E, ah, se você tiver um blog, deixa o link aí! Vou adorar retribuir a visita! <3

Obrigado! :D

Tecnologia do Blogger.