Réquiem para a Liberdade, do Thiago Lee.


Adoro vir aqui falar de livros, ainda mais se for livro bom. Hoje venho apresentar pra vocês o livro Réquiem para a Liberdade, do autor brasileiro Thiago Lee. Conheci o trabalho dele quando recebi um email super carinhoso do Thiago e fechamos uma parceria incrível!

Sem blábláblá, vamos pro livro? 

Eu amei essa capa, pessoal, é sério! *-*

Sinopse: O livro narra a história de Marko, um ex-escravo liberto que vaga pelo reino em busca de respostas para uma maldição que o assola. Quando ele se aproxima de uma vila de pescadores dominada por um tirano, ele terá que escolher ignorar ou proteger um povo cujo sofrimento se assemelha ao seu próprio passado.
~~~
A sinopse desse livro não nos revela nem 10% da surpresa e maravilha que é essa trama. Confesso que durante o primeiro capítulo desse livro fiquei meio perdido, mas a cada interlúdio tudo fica mais claro. O que mais gostei nesse livro é que ele é repleto de ação e subtramas empolgantes.

Diferentemente de muitos livros nacionais que já li, o livro é composto por personagens muito bem construídos, desde o Marko, que é o principal, até os que não possuem um papel tão importante pra história.

A narrativa do Thiago é muito inovadora: mesmo não descrevendo com detalhes os cenários, você os imagina perfeitamente e é transportado pra lá. Por conta dessa narrativa diferenciada, em muitos pontos do livro (senão nele todo) me senti na pele do Marko, com suas dores, aflições, medos e raros momentos de alegria. A maneira como tudo é descrito e abordado faz com que a história seja super ágil e rápida. Terminei de ler esse livro em menos de 24 horas, acreditem.

Tudo acontece muito rápido e a cada interlúdio temos um novo conflito, uma nova revelação e/ou uma nova subtrama; isso faz com que o fim do livro sejam completamente desconhecido. Conforme vamos caminhando dentro da história, mais distantes de saber o como acontecerá o final ficamos, já que há muitas reviravoltas e descobertas assustadoras.

O Filip, melhor amigo do Marko, é, depois do personagem principal, meu predileto! É fantástico ver como é a amizade deles, é a coisa mais linda e pura do livro. Dois amigos que estão, literalmente, no fim da linha, enfrentam todos os obstáculos pela tão sonhada liberdade que há muito foi tirada deles. Ele é um personagem carismático, de personalidade forte e que, depois da página 95, passei a amar ainda mais!

Vamos falar do Marko? Claro! Vou até aproveitar e mostrar mais um pouco da originalidade que é essa obra. Marko é um ex-escravo que foi liberto ainda criança. Como se não bastasse ser escravo, ele é negro. Então, sim! Marko é negro! Por que tô fazendo tanto alarde? Por que em meio a um mar de livros com personagens lindos, perfeitos e pardos, Réquiem para a Liberdade traz um personagem negro do cabelo pichaim. Sou negro, então fico muito feliz quando negros são apresentados nos livros, ainda mais com um personagem forte, astuto e incrível como só o Marko sabe ser. Vemos, durante todo o livro, as pessoas o chamando de nagô, por conta da cor da pele dele. Marko não pode andar na rua sem que as pessoas o olhem diferente: com nojo, com repulsa. A maneira que ele usa pra lidar com tudo isso é incrível, e só quem lê esse livro pode desfrutar. Esse livro fala sobre racismo e liberdade de uma maneira simples e tocante. Recomendo pra todos!

Comecei o ano de 2016 com uma ótima leitura, sem sombra de dúvidas, já que favoritei esse livro incrível. Mais do que gostei, me apaixonei pela história e por cada personagem. Mal posso esperar pra ver histórias sobre o que sucedeu o fim da história, no Wattpad (sim, isso foi uma indireta pra autor. oremos pra que ele atenda meu pedido).

Em breve: resenha em vídeo.

Nota: 

2 comentários:

  1. Indireta recebida! :) fique ligado para mais novidades ainda esse ano

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AIJESUS! Que bom que você entendeu! kkkkkkkk! E já tô aqui, esperando ansiosamente! *-* <3

      Excluir

Curtiu o post? Deixe seu comentário aqui embaixo, pra gente poder debater! \o/

Só comente algo relacionado ao post. Não desrespeitar ou insultar ninguém, caso contrário, o comentário será excluído.

Tem um blog? Comenta aí embaixo, pra que eu possa te fazer uma visita! :)

siga no Instagram

@umbookaholic